domingo, 11 de julho de 2010

pequena disfunção da vontade de amar


Depois de um sonho, isso me veio à cabeça e aí vai.
Pra evitar maiores problemas e estabelecer limites e regras, eis a provável solução:
- Oi.... Sou eu...Tô ligando porque quero sair com você pois ainda te acho uma boa trepada. Tenho uma lista de meninas que julgo satisfazer esse requisito e você é uma delas! Acho que seria legal se a gente se visse porque sei que vai ser bom. Sei que nós não vamos entrar numas...
- Ei... Que bom que você ligou... Dia desses tava pensando em você! Tô fazendo nada. Passa aqui e me pega.
Claro que isso acontece – trepar só pra trepar – mas é mais comum que o diálogo acima aconteça com outras palavras e a intenção mascarada por gentilezas, insinuações e ausência do que quer dizer realmente.
Bem, disse “provável solução” lá no começo, porque ainda que seja assim, com intenção definida, a direção das coisas ainda pode surpreender e, portanto, acredite na possibilidade do ritual não ter o desapego que a intenção desejava.
Aí entra o problema, porque mesmo com a honestidade estampada e a possibilidade da pessoa no outro lado da linha achar a mesma coisa, ela (ou ele) sempre, lá no cantinho escondido da mente, invariavelmente alimenta a probabilidade de ser algo mais do que muito provavelmente será: só uma trepada.
Uma das pontas dessa equação sexual que deveria ser simples, anseia que algo amoroso nasça e as expectativas ficam brotando junto com cada estocada masculina ou rebolado quente feminino.
Porém, entenda:
1 – pode sim ser só uma trepada
2 – se ela continuar na lista e permanecer, as coisas podem se complicar
3 – muito provavelmente você e ela não seja os únicos a trepar um com o outro e recebam outras ligações sinceras
4 – você não liga só pra ela
5 – ela não recebe só telefonemas seus
6 – muitos telefonemas sinceros pra uma pessoa só, podem desestabilizar a intenção
7 – se você pensa como eu na maioria das vezes, será sim, só uma trepada
8 - se você sente como eu, corre sérios riscos amorosos
9 - se ligar assuma os risco
10 – Se um dia amar, pare de ligar

6 comentários:

Kal Calisto disse...

só e somente só isso...
http://kalcalisto.blogspot.com/2010/07/acredite-no-amor.html
O que vale é deixar-se levar, quando se percebe algo ou alguém...
=)
=*

TATY BE TATY Edição de Imagens disse...

Engraçado, ontem eu passei justamente pelo contrário. Eu neguei esse convite, chatiei um cara legal, só porque eu não me propus a só dar uma. E porque? Quer ser santinha? Não.
Defendo-me urgentemente. Eu não quero ser a puritana, já me casei 2 vezes, um filho de cada relacionamento, já me apaixonei várias vezes, milhares até, mas bem platônicas, e depois de muito sofrer, hoje eu escolho bem os meus futuros amores. Poderia ter um telefonema esperado, poderia ter pra quem ligar, mas não tenho, estou bem seletiva (mais do que já era) e não me compraz fazer por fazer. O que eu procuro não é mais uma terceira paixão avassaladora, e sim, uma segurança, um homem que consiga dominar esse CAMPO MINADO que é meu coração. Posso até ter resquícios de um antigo amor, pode ser isso, eu já conheci o oásis do sexo e não me contento mais com tão pouco. Abstenho-me hoje pra me entregar a esse oásis amanhã, quem sabe em outros braços, em outro corpo que não seja o que me estraçalhou.
E sobre a ligação tão direta e sincera: é gostoso ter pra quem ligar, é saboroso ter quem ligue só pra isso.
E dá saudade...

Beijo, Blues e Poesia disse...

Interessante...Agora eis que me veio a pergunta... deixo ou nao deixo ele vir me pegar?!?! hahaha

P.S (10 – Se um dia amar, pare de ligar) Acho que deveria ser ao contrario, Se um dia amar...ligue ate convence-la a te amar também, talvez ela só esteja esperando você insistir mais um pouquinho...

Ame o Rock disse...

Beijo, Blues e Poesia, tenho certeza que esse cara que quer ir te pegar deva ser especial pq senão aí nem haveria a troca de telefonemas... E se até agora o máximo que aconteceu foram telefonemas, mais uma razão para você ir adiante. Deixe sim... Arrisque...Vc deve conhecê-lo pra saber disso (mesmo assim não confie nisso).

Quanto seu comentário sobre "Se um dia amar, pare de ligar", o que quis dizer é que os telefonemas "aleatórios e libininosos" é que devam parar porque se você está amando isso não deve continuar, entende?

bj

ps: você recebe telefonemas só dele, né?

AMC disse...

Excelente interlóquio. Depois de mais alguns telefonemas, trepadas, mais um filho e outro casamento fracassado ficarei bem perto do que experimentou a comentarista TATY BE TATY. Apesar de trágico, é inspirador. Parabéns sr. cantor!

Beijo, Blues e Poesia disse...

Pode ficar relax que é so dele...hahaha...e adivinha quem é ele...ganha um doce se acertar kkkkk